Database – Triggers – Oracle – IBM DB2 – Microsoft SQL Server – C#

Publicado: 16 de julho de 2014 em C#

Uma Trigger ou gatilho é um tipo especial de procedimento armazenado (Stored Procedure) que executa automaticamente quando um evento ocorre no servidor de banco de dados. Gatilhos DML executam quando um usuário tenta modificar dados através de uma linguagem de manipulação de dados (DML). Eventos DML são INSERT, UPDATE, ou DELETE em uma tabela ou exibição. Esses gatilhos disparam quando qualquer evento válido é acionado, independentemente de haver ou não linhas da tabela afetadas.

As Triggers possuem muitas diferenças de sintaxe e funcionalidades de um banco de dados para outro, por exemplo Trigger que dispara o evento INSTEAD OF INSERT (ao invés de inserir) no banco de dados Oracle só pode ser declarada sobre uma VIEW enquanto em MSSQL Server pode ser declarada em uma tabela comum, o evento BEFORE INSERT (antes de inserir) existe nos bancos de dados Oracle e IBM DB2, mas não existe no MSSQL. Por este motivo é recomendado que você procure os links oficiais para saber mais detalhes sobre as Triggers.

Triggers - C#

Triggers – C#

 

Algo extremamente útil que você deve saber sobre Triggers

As Triggers foram regulamentadas na revisão da língua SQL em 1999 e passou a ser padrão em banco de dados relacionais, no entanto alguns bancos de dados vem atualizando estes recursos regularmente, por exemplo o Oracle utiliza Triggers que disparam por esquema (Schema-level triggers) desde a sua versão 9i, enquanto o MSSQL suporta trigger do tipo DDL, ou logon trigger apenas desde a versão 2008.

Muitos sistemas de grande porte como SAP e vários outros não utilizam triggers, principalmente sistemas que no qual rodam em diversos bancos de dados, estas são consideradas verdadeiras armadilhas por muitos DBAs, podem ser facilmente esquecidas na hora de alterações e se tornarem invalidas (Oracle), gerando assim muitos erros caso não haja uma boa politica de desenvolvimento e qualidade (testes unitários e integrados) antes de colocar as rotinas do sistema em produção. Mesmo as IDEs de estudios SQL já mudaram varias vezes a localização do node de triggers ao longo de suas versões para tentar facilitar a manutenção das mesmas, aqui veremos como exemplo a IDE do IBM Data Studio que possui um wizard especifico para triggers.

As Triggers também devem ser desenvolvidas com cuidado sempre seguindo as melhores praticas, pois o desenvolvimento SQL é muito abrangentes e cheio de recursos, então é fácil extrapolar e criar triggers contendo cursores, stored procedures, rollbacks, acessos repetitivos, outras triggers, lembre-se da lei de Murphy, tudo que não pode ser escrito em uma trigger, será e isto reduz sensivelmente a performance de um sistema, sem contar com a complexidade do desenvolvimento, transformado seu desenvolvimento SQL em verdadeiros planos da ACME, lembre-se do coite que tentava incessantemente capturar o papa-léguas.

Cuidado com as Triggers

Cuidado com as Triggers

Nunca use Triggers para criar campos auto incremento para os códigos (ID), os bancos de dados possuem recursos específicos para este trabalho, o uso de triggers somente criará acessos e UPDATES desnecessários no banco de dados, além de reduzir a performance, imagine importar 10.000 linhas utilizando um Insert…Select, à partir de uma outra tabela ou arquivos externos, você efetuara um Select e um Update para cada registro se utilizar triggers, enquanto os bancos de dados contam com seus campos auto incremento que já nos permitem utilizar dados em massa e inserir as 10.000 linhas em um único acesso.

As Triggers também são um alto risco a segurança, é possível escalar privilégios e se tornar proprietário do banco de dados e do servidor SQL caso você insira um código mal intencionado em uma Trigger, exemplo: suponha que o usuário Jõao da Silva tenha diretos de Administrador do banco de dados,  se um desenvolvedor mal intencionado criar uma trigger DDL sobre o evento DELETE de uma tabela qualquer utilizando por exemplo a instrução: GRANT CONTROL SERVER TO BadUser; Quando o usuário João da Silva executar o procedimento que dispara a trigger o Grant será delegado ao usuário mal intencionado e os direitos aplicados a ele, enquanto ele mesmo não teria acesso para delegar tal direito, deste modo possibilitando que o desenvolvedor mal intencionado tome conta do servidor SQL, podendo fazer o que bem entender com os dados.

Security: http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/ms191134.aspx

Visual Studio

Para efetuar as conexões com os diferentes bancos de dados você precisa primeiro configurar seu projeto com os assemblers ADO.NET  necessários e depois você pode criar um design com 3 componentes RadioButton, 2 componentes Labels, 2 componentes TextBoxes e um componente Button e um componente DataGridView use a figura abaixo para referencia:

Triggers - Design Time

Triggers – Design Time

IBM Data Studio

O IBM Data Studio possui uma funcionalidade especifica para criar triggers (Wizard), assim como possui para Stored Procedures e Function no qual necessitam de executar um Deploy antes de ser executada. Portanto você não poderá criar a Trigger utilizando a configuração Default do editor SQL comum, para isto você precisa mudar a configuração do terminador de instrução de ponto e virgula (;) para arroba(@), basta clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção: Configurar Terminador de Instrução. Utilize a figura abaixo para referencia:

IBM Data Studio - Configuração

IBM Data Studio – Configuração

Exemplo:

Neste exemplo criamos uma funcionalidade similar do nosso exemplo anterior (Cursor), utilizando a mesma modelagem de dados, porem para executar este procedimento as tabelas DESCONTO e SALARIO devem estar vazias, o usuário entrará com o código do funcionário e a porcentagem do desconto e a trigger sobre a tabela DESCONTO se encarregara de criar o lançamento na tabela de SALARIO.

SQL

Oracle

create table Funcionarios(
  ID_Funcionario  NUMBER(5),
  Nome            VARCHAR2(30),
  Sobrenome       VARCHAR2(70),
  Cargo           VARCHAR2(30),
  Salario         NUMBER(9,2));

-- Cria Funcionarios
Insert into FUNCIONARIOS values (1,'Steve','Gates','Programador',2550.56);
Insert into FUNCIONARIOS values (2,'Bill','Jobs','Diretor',5143.71);
Insert into FUNCIONARIOS values (3,'Wozniak','Gates','Desenvolvedor', 4389.21);

-- Cria tabela com a porcentagem de descontos
Create table DESCONTO (
  ID_FUNCIONARIO NUMBER,
  PORCENTAGEM NUMBER(9,2));

-- Cria tabela de lançamentos de descontos
Create table SALARIO (
  ID_FUNCIONARIO NUMBER,
  DATA_LANC  DATE,
  VDESCONTO NUMBER(9,2));

-- Deleta dados antigos
-- Caso utlizou exemplos anteriores
delete from desconto;
delete from salario;

-- Cria trigger na tabela Desconto
create or replace TRIGGER DESCONTO_INSERT
   BEFORE INSERT ON DESCONTO
   FOR EACH ROW

   -- Declara variáveis
   DECLARE pID NUMBER;
           pSalario NUMBER(9,2);
           pPorcentagem NUMBER(9,2);
   BEGIN   

    -- Alimenta variáveis com os valores a serem inseridos
    pID := :new.ID_FUNCIONARIO;
    pPorcentagem := :new.PORCENTAGEM;

    -- Seleciona Salario do funcionario corrente
    Select SALARIO INTO pSalario FROM FUNCIONARIOS
    WHERE ID_FUNCIONARIO = pID;

    -- insere na tabela de lançamentos de salario
    Insert into SALARIO
     values (
             pID,
             SYSDATE,
             (pSalario * pPorcentagem)/100);

   END DESCONTO_INSERT;

DB2

create table Funcionarios (
    ID_Funcionario  INTEGER,
    Nome            VARCHAR(30),
    Sobrenome       VARCHAR(70),
    Cargo           VARCHAR(30),
    Salario         NUMERIC(9,2))@

Insert into FUNCIONARIOS values (1,'Steve','Gates','Programador',2550.56)@
Insert into FUNCIONARIOS values (2,'Bill','Jobs','Diretor',5143.71)@
Insert into FUNCIONARIOS values (3,'Wozniak','Gates','Desenvolvedor', 4389.21)@

-- Cria tabela com a porcentagem de descontos
Create table DESCONTO (
  ID_FUNCIONARIO INTEGER,
  PORCENTAGEM DECIMAL(9,2))@

-- Cria tabela de lançamentos de descontos
Create table SALARIO (
  ID_FUNCIONARIO INTEGER,
  DATA_LANC  DATE,
  VDESCONTO DECIMAL(9,2))@

-- Deleta dados antigos
-- Caso utlizou exemplos anteriores
delete from desconto@
delete from salario@

-- Cria trigger na tabela Desconto
create TRIGGER DESCONTO_INSERT
   BEFORE INSERT ON DESCONTO
   REFERENCING NEW AS N
   FOR EACH ROW

 P1:  BEGIN

   -- Declara variáveis
   DECLARE pID NUMBER;
   DECLARE pSalario DECIMAL(9,2);
   DECLARE pPorcentagem DECIMAL(9,2);

    -- Alimenta variáveis com os valores a serem inseridos
    SET pID = N.ID_FUNCIONARIO;
    SET pPorcentagem = N.PORCENTAGEM;

    -- Seleciona Salario do funcionario corrente
    Select SALARIO INTO pSalario FROM FUNCIONARIOS
    WHERE ID_FUNCIONARIO = pID;

    -- insere na tabela de lançamentos de salario
    Insert into SALARIO
     values (
             pID,
             SYSDATE,
             (pSalario * pPorcentagem)/100);

   END P1

MSSQL

create table Funcionarios (
   ID_Funcionario  Int,
   Nome            VARCHAR(30),
   Sobrenome       VARCHAR(70),
   Cargo           VARCHAR(30),
   Salario         Decimal(9,2));

Insert into FUNCIONARIOS values (1,'Steve','Gates','Programador',2550.56);
Insert into FUNCIONARIOS values (2,'Bill','Jobs','Diretor',5143.71);
Insert into FUNCIONARIOS values (3,'Wozniak','Gates','Desenvolvedor', 4389.21);

-- Cria tabela com a porcentagem de descontos
Create table DESCONTO (
  ID_FUNCIONARIO INT,
  PORCENTAGEM DECIMAL(9,2));

-- Cria tabela de lançamentos de descontos
Create table SALARIO (
  ID_FUNCIONARIO INT,
  DATA_LANC  DATE,
  VDESCONTO DECIMAL(9,2));

-- Deleta dados antigos
-- Caso utlizou exemplos anteriores
delete from desconto;
delete from salario;

-- Cria trigger na tabela Desconto
create TRIGGER DESCONTO_INSERT ON
  DESCONTO AFTER INSERT AS      

   BEGIN
   -- Declara variáveis
   DECLARE @pID Int,
           @pSalario DECIMAL(9,2),
           @pPorcentagem DECIMAL(9,2); 

    -- Alimenta variáveis com os valores a serem inseridos
	Select @pID = ID_FUNCIONARIO,
	       @pPorcentagem = PORCENTAGEM
    from inserted;

    -- Seleciona Salario do funcionario corrente
    Select  @pSalario = SALARIO FROM FUNCIONARIOS
    WHERE ID_FUNCIONARIO = @pID;

    -- insere na tabela de lançamentos de salario
    Insert into SALARIO
     values (
             @pID,
             GETDATE(),
             (@pSalario * @pPorcentagem)/100);

   END;

C#

using System;
using System.Collections.Generic;
using System.ComponentModel;
using System.Data;
using System.Drawing;
using System.Linq;
using System.Text;
using System.Threading.Tasks;
using System.Windows.Forms;
using System.Data.SqlClient;
using Oracle.DataAccess.Client;
using IBM.Data.DB2; 

namespace Acesso
{
    public partial class Dados : Form
    {
        private static OracleConnection connORA; // ODAC 12c
        private static DB2Connection connDB2;   // IBM Data Server Provider
        private static SqlConnection connMSSQL; // ADO .NET

        DataTable dataTable;

        string sql;
        static string bancodedados;

        public Dados()
        {
            InitializeComponent();
        }

        // Cria métodos de conexão
        // Você pode optar por um unico método se usar apenas ADO.NET
        // Neste caso usamos os drivers nativos de conexão de cada banco de dados.
        // Todos os drivers são baseados em ADO .NET
        public void conexaoODAC(string Username, string Password, string Datasource)
        {
            try
            {
                // String de Conexao
                string connectionString =

                    // Usuario
                    "User Id=" + Username +

                    // Senha
                    ";Password=" + Password +

                    // TNSnames
                    ";Data Source=" + Datasource;

                //Conecta ao datasource usando a conexão Oracle
                 connORA = new OracleConnection(connectionString);

                //Abre a conexão com o banco de dados
                connORA.Open();

            }
            // Retorna erro
            catch (Exception ex)
            {
                // Mostra menssagem de erro
                MessageBox.Show(ex.ToString());

            }
        }

        void conexaoDB2(string Server, string Database,
                                    string Username, string Password, string Timeout)
        {
            try
            {
                // String de Conexao
                string connectionString =

                    // Servidor
                    "Server=" + Server +

                    // Banco de dados
                    ";Database=" + Database +

                    // Usuario
                    ";UID=" + Username +

                    // Senha
                    ";PWD=" + Password +

                    // TNSnames
                    ";Connect Timeout=" + Timeout;

                //Conecta ao datasource usando a conexão DB2
                connDB2 = new DB2Connection(connectionString);

                //Abre a conexão com o banco de dados
                connDB2.Open();                

            }
            // Retorna erro
            catch (Exception ex)
            {
                // Mostra menssagem de erro
                MessageBox.Show(ex.ToString());

            }
        }

         public void conexaoMSSQL(string Server, string Database,
                                     string Username, string Password, string Timeout)
         {
             try
             {
                 // String de Conexao
                 string connectionString =

                     // Servidor
                     "Data Source=" + Server +

                     // Banco de dados
                     ";Initial Catalog=" + Database +

                     // Usuario
                     ";User ID =" + Username +

                     // Senha
                     ";Password=" + Password +

                     // TNSnames
                     ";Connect Timeout=" + Timeout;

                 //Conecta ao datasource usando a conexão Padrão
                 connMSSQL = new SqlConnection(connectionString);

                 //Abre a conexão com o banco de dados
                 connMSSQL.Open();

             }
             // Retorna erro
             catch (Exception ex)
             {
                 // Mostra menssagem de erro
                 MessageBox.Show(ex.ToString());

             }
         }

        // Retorna um set de dados
         public  DataTable retornaTabela(string sql, string sqlTrigger)
         {
             // Declara comandos para Stored Procedure
             OracleCommand cmdORA;
             DB2Command cmdDB2;
             SqlCommand cmdSQL;

             // Cria instância da classe
             Dados acesso = new Dados();

             // Define banco de dados

             if (bancodedados == "oracle")
             {
                 // Efetua Login no banco de dados
                 acesso.conexaoODAC("daberto", "p@55w0rd", "XE");

                 // Define a instrução SQL e a conexão
                 cmdORA = new OracleCommand(sqlTrigger, connORA);

                 // Executa query
                 cmdORA.ExecuteNonQuery();

                 // Cria comandos para retornar dados para exibir a grade de dados
                 OracleCommand oracmd = new OracleCommand(sql, connORA);
                 OracleDataReader orareader = oracmd.ExecuteReader();
                 dataTable = new DataTable();
                 dataTable.Load(orareader);
             }

             if (bancodedados == "db2")
             {
                 acesso.conexaoDB2("localhost", "DEVA", "db2admin", "p@55w0rd", "40");

                 cmdDB2 = new DB2Command(sqlTrigger, connDB2);

                 cmdDB2.ExecuteNonQuery();

                 DB2Command db2cmd = new DB2Command(sql);
                 db2cmd.Connection = connDB2;
                 DB2DataReader db2reader = db2cmd.ExecuteReader();
                 dataTable = new DataTable();
                 dataTable.Load(db2reader);                

             }

             if (bancodedados == "mssql")
             {
                 acesso.conexaoMSSQL("localhost", "DevAberto", "devaberto", "p@55w0rd", "");

                 cmdSQL = new SqlCommand(sqlTrigger, connMSSQL);

                 cmdSQL.ExecuteNonQuery();

                 SqlCommand mssqlcmd = new SqlCommand(sql);
                 mssqlcmd.Connection = connMSSQL;
                 SqlDataReader mssqlreader = mssqlcmd.ExecuteReader();
                 dataTable = new DataTable();
                 dataTable.Load(mssqlreader);

             }

             return  dataTable;
         }

        // configura programa
        private void Form1_Shown(object sender, EventArgs e)
        {
            radioButton1.Checked = true;
            bancodedados = "oracle";
        }

        // Conecta dados
        private void button1_Click(object sender, EventArgs e)
        {
            // Cria instância da classe
            Dados dados = new Dados();

            // Insere Porcentagem de desconto e executa trigger
            string sqltrigger = "insert into DESCONTO VALUES (" + textBox1.Text +
                              ", " + textBox2.Text + ")";

            // Exibe relatorio de lançamentos
            string sql = "Select A.ID_FUNCIONARIO, " + "A.NOME, " + " A.CARGO, "
                       + " A.SALARIO, " + "B.PORCENTAGEM, " + "C.VDESCONTO, "
                       + "C.DATA_LANC,  " + "A.SALARIO - C.VDESCONTO AS SLIQUIDO "
                       + "from FUNCIONARIOS A, DESCONTO B, SALARIO C " + "Where "
                       + "A.ID_FUNCIONARIO = B.ID_FUNCIONARIO  AND "
                       + "A.ID_FUNCIONARIO = C.ID_FUNCIONARIO";

            // Alimenta grid de dados
            dataGridView1.DataSource = dados.retornaTabela(sql, sqltrigger);

        }

        // Seleciona banco de dados Oracle
        private void radioButton1_CheckedChanged(object sender, EventArgs e)
        {
            if (radioButton1.Checked)
            {
                bancodedados = "oracle";
            }

        }

        // Seleciona banco de dados IBM DB2
        private void radioButton2_CheckedChanged(object sender, EventArgs e)
        {
            if (radioButton2.Checked)
            {
                bancodedados = "db2";
            }
        }

        // Seleciona banco de dados MSSQL Server
        private void radioButton3_CheckedChanged(object sender, EventArgs e)
        {
            if (radioButton3.Checked)
            {
                bancodedados = "mssql";
            }
        }
    }
}

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s